PÁGINA PRIMEIRA

CANTO

Se eu tivesse a imensidão dos mares
a beleza esculpida dos faróis
a segurança das rochas encobertas
onde os navios tropeçam


Se eu tivesse em mim o vento
o canto e o lamento
eu teria sóis luas e areais
na limpidez inquieta do tempo





Esta é a página primeira onde experimento o azul do mar e a força do vento.



Manuela Baptista
Estoril, 2 de Agosto 2009


8 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA


Parabéns!

Tu tens tudo:

Tudo o que cantas em teus versos, mares, faróis, rochas e navios, o vento, o canto e o lamento e sóis e luas e areais na limpidez inquieta mas cristalina do tempo ...

Tu tens tudo e mais e mais, os sais que iluminam e guiam os casais!

Um beijo


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 2 de Agosto de 2009

manuela baptista disse...

Seja bem vindo Sr. Jaime Ferreira, o primeiro entre os primeiros e o único!

Afinal apenas troquei a caneta pelo lápis preto...

Um beijinho

Manuela Baptista

jaime latino ferreira disse...

LÁPIS PRETO


Lápis preto faz desenhos
esboça os teus desejos
por mais que sejam esboçados
são teus sonhos desejados


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Agosto de 2009

Filomena disse...

Manuela!

Parabéns pelas palavras e pela música que escolheu.
Parabéns também por se ter estreado como criadora de um blogue, de um espaço seu. Adoro o título. Diz tanto.

Beijo

Filomena

manuela baptista disse...

Filomena

Hoje é a minha vez de dizer, seja bem vinda!

Durante este processo bem desejei ter uma madrinha!
Fiz imensas asneiras e não sou capaz de tornar visíveis nesta página algumas das coisas que quereria, mas hei-de lá chegar!

Agora fico aqui a olhar para esta Página Primeira e não me apetece sair dela e ter que passar para a segunda.
Bem, se fosse a Filomena ou o Jaime já tinham dez páginas novas...

Boa praia e um grande abraço

Manuela Baptista

Jaime Latino Ferreira disse...

FILOMENA


Querida Amiga,

Faz-me o favor de pôr todos os Seus blogues heteronímicos a seguirem a minha querida mulher!

Hm ...

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 3 de Agosto de 2009

manuela baptista disse...

Para a Maria Emília,

para que encontre na Casa das Histórias uma casa de sossego e paz, onde também possa ser tal qual é.

Um abraço

Manuela Baptista

Maria Emília disse...

Todo o Universo é seu e a Manuela sabe servir-se dele como ninguém. As minhas palavras podem ter servido de trampolim, mas a decisão já existia dentro de si a desafiá-la. Nós somos os profetas da nossa própria vida. Arautos dos propósitos que vêm dar sentido à nossa existência.
Um beijinho,
Maria Emília