nas algas são verde rio
madrepérola ao anoitecer


quem ousará quebrar o galopar suspenso de um fio de mar

eu não, eu sim










































Assobiei e eles vieram. Com um brilho nos olhos, as barbatanas a ondular saudades do mar. É breve o Verão, disse-lhes. Pois é, responderam. E fomos, eu de sapatilhas salgadas e eles no balde encarnado de quando eu tinha seis anos de idade e colecionava búzios e ouriços. Voltaremos com o equinócio.
















até já!