natividade

 


Digo-te que eram apenas três, os pinheiros no cimo do monte. Surgiram em simultâneo, pequenas plantas ao sol, o tronco, os ramos, as agulhas a dançar com o vento, o pico a ansiar o infinito. E no entanto não tinham todos a mesma altura e se um crescia três centímetros ao meio dia, o segundo crescia dois ao entardecer e o terceiro permanecia igual. Não sei porque me lembrei disto, talvez pelo frio lá fora, pelo gelo fino que se formou à superfície das poças onde os pássaros bebem água e os pinheiros, nem os vejo da janela ou dos muros altos do quintal, os três no cimo do monte.

A rua está deserta agora. Silenciaram-se os operários da construção, as máquinas, os assobios, o rádio de pilhas. Os cães também e o galo, sobrevivente de uma urbanidade insana. Os homens juntaram-se à roda de uma fogueira e assaram febras que comeram no pão. Um rapazinho apareceu por ali, vindo não sei de onde, as mãos nos bolsos das jardineiras azuis e ria-se das piadas adultas e fazia caretas quando o fogo saltava e cantou com os homens uma canção antiga. Fez perguntas a que ninguém respondeu, pediu um pão que ninguém lhe estendeu. Mas sorria.

Recordo a estrela tricotada na minha camisola de lã e tantos foram os invernos em que vesti a camisola preta com a estrela amarela até ela se romper, encurtar e eu grande como o pinheiro maior no cimo do monte e o rapazinho ora num pé ora no outro e os homens que não o conseguem ver. Esta é a hora dos morcegos, das luzes nas janelas, do deambular dos seres mágicos e serenos em busca de conforto e companhia.

E assim, ora num pé ora no outro, desejo-te um Feliz Natal.

Boas Festas!







14 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA

Minha Querida,

Em busca de conforto e companhia
mais um belo conto com magia
e os pinheiros e estrelas a alegria
que sempre pintas e dás já o sabia

Um beijo, um Feliz Natal e um Bom Ano

Jaime Latino Ferreira
Estoril 23 de Dezembro de 2020

" R y k @ r d o " disse...

Passando, gostando de ler, elogiando o texto e deixando
.
Votos de um Natal muito Feliz. Se possível junto da família e de quem estiver em seu coração

BOAS FESTAS

Graça Pires disse...

A estrela tricotada na tua camisola de lã é agora a mais brilhante no firmamento. Eu consigo vê-la e sei que tu também...
Um Natal mágico. como mágicas são as histórias que nos contas. Muito amor, muito conforto e um ano 2021 com tudo o que queres, principalmente saúde.
Um beijo.

Rogério G.V. Pereira disse...

E também assim, ora num pé ora no outro, te retribuo o desejo de um Feliz Natal

(conforta-me a alma beber tuas palavras...)

Majo Dutra disse...



TUDO PELO MELHOR, MANUELA.

ABRAÇO
~~~

Maria Rodrigues disse...

Manuela, que texto sublime. Acredito que a estrela tricotada na sua camisola e todas esses momentos mágicos, perdurarão eternamente nas suas memórias. Espero que tenha tido um Natal em harmonia e com saúde e desejo-lhe para 2021 um universo de alegrias, saúde, paz e amor.
Beijinhos

Agostinho disse...

Deliciosa a história a dos pinheiros assimétricos, Manuela.
Com os homens é o mesmo:
crescem de forma diferente.
E todos, antes de o ser, são
crianças de jardineiras
de qualquer cor,
uns mais pele do que cor

"Ora num pé ora no outro"
pode ser, ou não ser,
jogo de saltitar dias
dezembrosos de cinzento frio,
por mais que a criança apareça,
se vista de feição e bem se pareça,
a gente não lhe liga bóia
nem lhe dá pão sequer,
nem os pinheiros saltitam,
que têm pé pesado, abanam
E tremem

Boas Festas, Manuela.

Maria Eu disse...

É sempre tão bom vir aqui! Tanta beleza!

Festas Felizes, Manuela! :)

© Piedade Araújo Sol disse...

Manela

Deliciosas as tuas estórias, tão criativas e bonitas.
Gostei de tudo o resto, e como já se foi o Natal desejo que o Ano Novo de 2021 nos seja feliz com saúde e paz.
Pelo menos que a esperança nos acompanhe sempre.
Beijinhos
:)

Parapeito disse...

Tão bonito, tão cheio de magia, este conto de natal.
Brisas doces **

Juvenal Nunes disse...

... Natal, que sendo festa da família, é festa de companhia...
Felicidades para 2021.
Abraço amigo.
Juvenal Nunes

Graça Pires disse...

Desejo que estejas bem Manuela. Tenho saudades de te ler.
Cuida-te bem.
Uma boa semana.
Um beijo.

mz disse...

Que todos os necessitados encontrem uma estrela amarela nas suas vidas, que sejam vistos com olhos de ver e, então que as suas vidas carregadas de preocupações, aliviem um pouco.

Um abraço, Manuela

Agostinho disse...

Vim ver as fantasias que dão sabor aos dias.
Com o desejo de que tudo esteja bem neste beiral,
deixo um beijo amigo.