natividade











Veio uma estrela e rasou a asa de um pássaro. Tão brilhante a estrela, tão leve a asa e o pássaro.
Acreditas em prodígios, perguntou a estrela. A ave regressou ao ninho de folhas, barro e paus e não lhe respondeu. O voo não é uma questão de fé, mas de penas e quilha.
Foi nesse instante que o menino gritou. Ouviram-no ao longe os pastores e chamaram os cães e os rebanhos e da lã macia das ovelhas fizeram-lhe um casaquinho com uma prega nas costas.
Em seguida pegaram nos cajados e puseram-se a caminho. Quando o encontraram, viram que era um menino como os outros, talvez mais franzino e chorão. E para que sorrisse e a mãe dormisse e o pai quebrasse a lenha para a fogueira, cantaram-lhe um canto de embalar.































Feliz Natal!






20 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


... um canto lindo como este que se ouve ao fundo de um conto belo como o teu ...

FELIZ NATAL


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Dezembro de 2015

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

Bjs

Maria Rodrigues disse...

Manuela desejo-lhe um Natal muito feliz e um Novo Ano recheado de alegrias, saúde, amor, paz e harmonia tudo embrulhadito em felicidade sem fim.
Beijinhos
Maria

Rogerio G. V. Pereira disse...

Não duvido
que tal natividade
estará na realidade
mais próxima do acontecido

A questão é que farei
como presépio que já montei?

Onde o burro?
Onde a vaca?
Onde o canto para a fogueira?

Felizmente que tenho o pássaro
e a canção de embalar

Olinda Melo disse...


Um belo conto, cara Manuela, para festejar
esta quadra.
FELIZ NATAL LHE DESEJO.
BJ
OLINDA

Marcos Satoru Kawanami disse...

Pode ter sido assim.

Feliz Natal!

Jacintinha Marto disse...

Natal é quando um mulato quer. Estrelas vejo muitas, mas sinto poucas, o sr. doutor diz-me que sou uma astrónoma de estrelas mudas,
até se me vieram as lágrimas aos olhos, mais parecia um poema do que um diagnóstico clínico, mas os médicos agora parece que têm uma especialização em mentir-nos com um sorriso, mesmo quando é mesmo para nos desenganarem,
vocês, à procura de prendinhas na chaminé, eu lá vou passar esta noite santa, toda entornada na Estrada da Circunvalação, cruzamento com o nó da Damaia, as maldades que já me fizeram nesse canto, até um radar lá houve, mas com a crise que aí vai ainda me instalam uma estrela a apontar,

"ali recebe a Jacinta",

como se os reis negros não soubessem já todos o caminho de cor, benzó-deus.

Bom Natal e Bom Ano

José Carlos Sant Anna disse...

Natividade são perscrutações sobre a biografia do Menino.
É sempre bom rever a luz que rompe essa redoma. Uma bela metáfora. Um belo texto.

FELIZ NATAL!

Majo disse...

~~~
~ FESTAS MUITO FELIZES. ~

~~~~~ Abraço, Manuela. ~~~~~
~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

Graça Pires disse...

E como ficou bem ao Menino o "casaquinho com uma prega nas costas"...
E pude ouvir aqui a canção de embalar com se estivessem à minha porta...
Manuela, como é bom ler-te!
Um Natal e um Ano cheio de Amor, Saúde e Coragem.
Beijo.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Feliz Natal
Abençoado Menino que chorou, porque assim acordou os outros meninos perdidos como estrelas num Céu sem cores.

tulipa disse...


Feliz Natal e um Ano Novo repleto de coisas boas, extensivo aos familiares e amigos.

Obrigado pelos votos de Feliz Natal.

Agradeço e retribuo!

Muita saúde.
Abraço da Tulipa

Luis Alves da Costa disse...

Bom Natal e maravilhosas visitações ao ano de 2016. Consta que será como muitos .-)

. intemporal . disse...

.

.

. o.natal são dois a.braços.abertos .

. os.Seus .

.

. boas.festas.minha.querida.manu.ela.de.elo .

.

. íssimo feliz .

.

.

MARIPA disse...


Manuela querida,

Ouvi O Menino, quando chorou, mas foi um choro leve e lindo como o conto e como canto que se ouvia ao longe.

Agradeço a sua visita e deixo os desejos de Boas Festas e que o Novo Ano seja cheio de Amor e Paz e que a saúde nunca lhe falte.

Abraço amigo.

© Piedade Araújo Sol disse...

Manela
que original.

e o detalhe do casaquinho com uma prega das costas!

adorei!

obrigada pelas visitas e comentários ao longo do ano.
desejo um bom ano de 2016.

um beijo

:)

Agostinho disse...

Bela prenda natalícia, Manuela.
Obrigado
"Para que a mãe dormisse",
tão precisada que estava...
chorou o menino.
E para que o menino sorrisse
deu-lhe o mimo do seio
a mãe - chorou também.

Boas festas!

Olinda Melo disse...


Olá, Manuela

Fui visitar os seus "tesouros do fundo do mar". Um sítio de recolhimento e meditação. Os seus textos parecem suspensos, vindos dum lugar situado entre o mar e a terra. E apetece-nos entrar pela "vida dentro" do homem e do cão ou ser uma bola de pêlo aconchegada no bolso da pequenina.

Um Ano Novo Feliz, que a sua inspiração nos bafeje sempre com esses belos tirados do fundo do mar.

Bj
Olinda

Jacintinha Marto disse...

A Jacinta vem aqui desejar um feliz 2016, cheio de estrelas e de tudo o quiserem, mas fico pelas estrelas, pudesse eu sentir, e muitas veria, não só a mirradinha do Natal,
benzó-deus :-*

mz disse...

Eu também já cantei ao Menino por esses natais fora, agora entendo porque nos colocamos à volta do presépio e cantamos. Menino chorão!

É lindo!