Passamos de leve, por alto e assim erramos a maior parte das coisas, ou então ponteamos, para unir um tecido rasgado ou esburacado. Pode ser a nossa pele, o nosso coração ou um vestido de algodão.
A minha avó passajava as meias e as batas da escola, as toalhas de mesa queimadas pelas pontas de cigarro, os lençóis. Era um trabalho minucioso que exigia tempo, perícia e uma agulha muito fina e pontiaguda. E aquelas passagens eram obras de arte, distinguiam-se do resto do tecido, integravam-no e modificavam-no.
Também há outras, solitárias, que inevitavelmente faremos no desejo de um colo seja qual for o lado de lá.
Eu estou à espera dos reis, aqueles que acreditam na linguagem das estrelas e nunca me cansam de serem magos. Por isso acendo lanternas na noite em que escrevo os dias.
desejo-vos um Feliz Ano Novo!

28 comentários:

Elisabeth Candina Laka disse...

Feliz año, Manuela, y felices creaciones!

Kika disse...

Kriu?

Quem melhor do que tu para acreditar na linguagem das estrelas?

:) Poetisa, és! E serás!

Por isso, por isto, olha que eu até gosto de ti, digamos que... assim de passagem e a cada e em cada passagem tua cheira-me sempre aos santos populares!

Lá vai Lisboa
Ver o novo ano entrar
Agora a blogosfera é só nossa
e a descorada foi ao ar!

Lá vai Lisboa
Com o seu ar e a sua aragem
Portugal é só Lisboa
E tudo o resto é paisagem!

Kriu!

Téréré disse...

A partir das zero horas do dia um de janeiro de dois mil e treze tratas-me apenas por Té!

Porque Té leio, porque Té gosto, porque Té curto e até porque Té tenho estima e (alguma) consideração!

. intemporal . disse...

.

.

. 2012 terá sido o ano em que fizemos da nossa amizade . o sorriso matutino de todos os dias . úteis . porque inúteis são as revistas que ninguém lê . e também os prefácios que nos fazem fechar um livro sem vontade de o comoeçar a ler . sequer .

.

. 2013 será o ano da continuidade . porque a amizade nunca acaba . quando bem começa .

.

.

. minha querida amiga .

. minha querida manu.ela.de.elo .

. minha querida nelita .

.

. "não há á á ninguém como tu..." .

.

. e fico . aqui . e conSigo . "à espera dos reis, aqueles que acreditam na linguagem das estrelas e nunca me cansam de serem magos. Por isso acendo lanternas na noite em que escrevo os dias." .

.

.

. íssimo . mais do que feliz .

. enternecido .

.

.

Benó disse...

Manuela, que todos os dias de 2013 sejam motivos de felicidade. Creio que não será dificil para quem tem o coração cheio de poesia.
Pão e Paz para todos neste novo ano.
Sê Feliz!

Rogério Pereira disse...

Passo eu
tempo meu
cerzindo pequenos buracos
sem a certeza de quem o faça
com a mesma destreza, aos grandes

Temo que os reis sejam impotentes
e que nada fique como antes

O Puma disse...

Vagarosos instantes

Sonhadora (RosaMaria) disse...


Minha querida

Que neste ano de 2013 que agora se inicia possamos com uma palavra de apoio e fraternidade fazer que o mundo seja melhor e que a esperança de realizar todos os sonhos seja presente sempre nos nossos corações...que a paz o amor e a felicidade seja o alvorecer de um novo tempo de amor e fraternidade.
E obrigada por me abrirem o vosso coração para eu entrar e alimentar a minha alma de carinho neste caminho que é feito por nós...mas que depende de quem nos acompanha e nos ajuda a ultrapassar dias menos bons e que estão sempre presentes com uma palavra de conforto...que secam as nossas lágrimas e sorriem com as nossas alegrias.

FELIZ ANO NOVO
Um beijinho com carinho
Sonhadora

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Nesta continuação desejo-lhe um Feliz ano . Que 2013 seja um realizar de sonhos e projectos em prol da família e da sociedade.
A sua escrita envolvente e cativante enchem-me de esperança em dias melhores.

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


... lanternazinha mágica ...

Isso, continua a alumiar os dias e as noites!

Feliz Ano de 2013


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 30 de Dezembro de 2012

Fernando disse...


uma teara de margaridas,
para coroar a amiga, que ao longo de 12 meses me contou 1001 histórias

venham outros tantos meses, multiplicados vezes sem fim, que nada morra o que for belo e bom,
que se esqueça tudo quanto for ruim

Feliz Ano Novo, Manuela e Jaime!

abraço-Vos

Nandinho

Nilson Barcelli disse...

Já não acredito em reis.
Nem em presidentes...

Manuela, querida amiga, desejo que tenhas um Feliz 2013.

Beijo.

Jaime Latino Ferreira disse...

FERNANDO


Querido Amigo,

Pela minha parte aqui Lhe venho retribuir a felicidade de um Novo Ano!

Grande Abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 30 de Dezembro de 2012

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Manuela!

Está lindamente decorado o "arraial", e bonito é o texto que se senta por debaixo.
Que o ano novo possa trazer muitas coisas boas, e por aqui continue a morar o encantamento.

FELIZ 2013!

Um abraço amigo
Vitor

quem és, que fazes aqui? disse...


Um ano de 2013 com muitas histórias.

Não tenho vindo, porque vir é ficar presa naquele "mar ao fundo" onde as palavras me embargam os olhos. Não tenho vindo...

Beijo e Feliz Ano Novo.

Laura

Filomena disse...

Eu continuo a acreditar na magia das palavras que aqui leio

Um Bom Ano

Filomena

Isa Lisboa disse...

Que consigamos sempre passejear os buracos que a vida nos deixa, que não são apenas na roupa. E que venham os magos, trazer sempre esperança, é-nos necessária.

Um Feliz Ano Novo, que traga tudo o que deseja. E a mim me traga mais belas e mágicas estórias, como as que encontro sempre aqui!

Beijo

Petrus Monte Real disse...

Manuela,

Bonita imagem,
essa da roupa passajada,
autêntica obra de arte
tecida pela paciência
das avós!
Tarefas tão simples,
mas tão valiosas
e carregadas de sentido
neste tempo difícil!

De acordo. Confiemos nos reis magos.

Um bom ano novo
Grande abraço de amizade.

Bloguinho da Zizi disse...

Que os reis te tragam toda magia das estrelas.
No final seremos nós os beneficiados, com a tua poesia.

Feliz 2013!

Espero que eu não tenha te chateado ao levar a música para o bloguinho.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Desejo-lhe um Bom 2013.
Sabendo que não vai ser fácil,
mas cada um terá que encontrar
forças e sabedoria para superar
da melhor maneira e resitir!!!
Beijinho
e até 2013.
Irene Alves

rosa-branca disse...

Já não acredito em gente
Que minh'alma esburacou
E creio na estrela presente
Que sempre me iluminou.

Feliz Ano Novo querida amiga, com muita saúde, paz e muito amor. Beijos com carinho

AFRICA EM POESIA disse...

Amiga

neste novo ano desejo o melhor do mundo e...


Novo Ano
Nova Vida
Nova Esperança...
Novo Recomeçar...

E neste Ano

Eu quero
Nova vida
Nova Esperança
Novo Renascer...


um beijo (espero um melhor 2013... o 2012 cansou-me muito...)

© Piedade Araújo Sol disse...

eu li e fechei os olhos tentando imaginar a arte que saía dessas agulhas e da mão de quem as fazia..

um bom ano para ti Manela

beijo

Nilson Barcelli disse...

A vida está sempre a precisar de consertos como os da tua avó...
No outro comentário esqueci-me de te dizer que o teu texto é magnífico e que gostei muito. Como sempre, aliás.
Manuela, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Lu Guedes disse...

É minha cara, eu também acendo lanternas nas noites para escrever os dias. E fico a esperar, não pelos magos e sim pela magia que sempre me alcança.

bacio

Lúcia disse...

Estas histórias, tão suaves e tão mágicas, fazem voltar a mim momentos semelhantes de doçura: herdei, de minha avó, uma cabacinha, que cabe na palma da mão esquerda, onde se veste meia rasgada, para facilitar o coser dos buracos com a a mão que segura a agulha fina...Revivi uma bela cena familiar...Acreditar em reis ainda consola...

Beijos, Manuela, feliz ano!

Mz disse...

São as diferentes texturas do coração que nas festas vão cerzindo sentimentos que parecem por vezes separados do tecido familiar.

Com um abraço atrasado desejo-lhe um Feliz Ano Novo, Manuela!

Bj*

Graça Pereira disse...

E os Magos chegaram para iluminar as nossas noites...ou os nossos dias???
Feliz Ano Novo, Manuela!
Beijocas.
Graça