Em tempo de paixão a temperatura baixa. Um amor ardente é simultaneamente um grande pesar.
O rapaz olhou a mãe e riu-se, indiferente às contradições, atento às entoações da sua voz. Ela pousou seis ovos sobre a mesa de pedra do quintal e disse-lhe, podes começar a pintar. Ele alinhou os frascos de vidro com as cores principais e em cada um colocou um pincel, desdobrou folhas de jornal e numa lata velha deitou diluente, depois sentou-se e esperou um segundo. Esperava sempre um segundo antes de iniciar uma tarefa, precisava de muitos minutos para a terminar. Os professores chamavam-lhe lento, ele não lhes chamava nada.
Faziam-se dois furos, um em cada lado de um ovo, depois soprava-se e a gema e a clara caíam de cabeça na tigela de bater a massa dos bolos, com jeito e sorte separavam-se as duas e uma cresceria em castelo, a outra amarela misturava-se com o açúcar em gemada ou pão-de-ló ou folar doce ou salgado.
Levantou-se um vento fresco mas o rapaz não reparou, lá de dentro, da cozinha, um tilintar de copos. O gato no tapete espreguiçou-se, deu três voltas e deitou-se exatamente no mesmo lugar.
É cada vez mais difícil encontrar quintais numa cidade. Não os jardins públicos bem cuidados, os amores-perfeitos à esquerda, as petúnias à direita, a primavera e o outono ao centro, o cascalho, a relva, é proibido pisar, apanhar, cheirar, lá para o verão estará tudo seco e será proibido regar. Mas dos outros, nossos, um muro de pedras, quatro degraus e a porta da cozinha, um baloiço de corda numa árvore, as azedas, as ervas daninhas, um esconderijo secreto, uma passagem.
O rapaz começa a pintar, a cabeça de lado, a língua de fora. Cuidadosamente sem deixar cair pingos de tinta, as nuvens, as estrelas, uma flor. As pernas da mesa aumentam cinco centímetros e um dos ovos solta um piado forte. O rapaz estremece, coloca o dedo anelar num dos orifícios e grita, au! largando o pincel. Do ovo sai um bico azul, uma cabeça amarela, dois olhos curiosos, a boca do rapaz é um Ó de pasmo e depois uma asa e outra asa e já não é ovo, é pássaro. Desajeitado enfia as patas nos frascos de tinta e atravessa a cidade em direção ao mar. De um buraco na árvore sai um coelho aos pulos, Alice ainda mora ali.
A mãe coloca em cima da mesa uma jarra com flores e duas fatias de folar e diz, nem sempre a tristeza vem ao de cima, gosto das mesas de pedra, dos velhos jarros brancos, asa acastanhada, das flores rosa pálido de um pé quebrado a fazer lembrar que a perfeição é apenas uma passagem para outro lugar.


jarro branco asa acastanhada flores rosa pálido pé quebrado 
inspiração emprestada de aqui


desejo-vos Páscoa Feliz!






48 comentários:

. intemporal . disse...

.

.

. bel.íssimo . manu.ela.de.elo,,, .

.

. uma página fulgente . que nos transporta de imediato para um tempo . a.final . assim nem tão distante .

.

. a prova disso mesmo . é que ainda hoje se conserva tão vivo nas memórias das pessoas que fazem deste mundo . um longo e perene momento de inspiração .

.

.

. uma Santa e feliz Páscoa .

.

. íssimo . sempre feliz .

.

.

walter disse...

talento, criatividade, e sobretudo uma sensibilidade tocante

e a inspiração é algo que se pede emprestado por um momento

perfeito e muito belo o momento que nos oferece, Manuela!

uma Páscoa colorida e adocicada para si!

um beijo

Nandinho

Rogério Pereira disse...

Foi assim
como acabas de contar
que um dia pintei
sobre uma mesa de pedra
um pássaro a voar

e tens razão
a perfeição é uma ponte
para outro horizonte...

Luís Coelho disse...

Parabéns por mais um texto cheio de encanto onde o sonho e a perfeição tomam lugar.
O artista apenas viu o nascimento de um passarinho de bico azul...era azul.
Depois de se misturar com a tinta dos frascos de vidro caminhou em direcção ao mar...

Bloguinho da Zizi disse...

Nos levas de surpresa a surpresa. Da graça a graça.
Tudo isso junto ao toque da música nos acelera o coração.
Lindo! Simplesmente!

Santa Páscoa

Branca Mil-Homens disse...

Tenha uma Páscoa Feliz, dia de ressurreição e vida e que o seja também no espírito que o dia contém...

Beijos
Branca

AC disse...

Manuela,
Um final muito bem engendrado: uma ave a sair do ovo, o coelho da Alice a cirandar por ali e, como remate, é-nos soprado ao ouvido que "a perfeição é apenas uma passagem para outro lugar".
Encantado, como sempre!

Uma Feliz Páscoa

Beatriz disse...

É mesmo assim Manuela.....
A perfeição não existe, nem mesmo no amor mais puro....
Um beijo e um bom fim de semana!!!
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Mariazita disse...

Hoje passo apenas para desejar feliz Páscoa, com muito Luz, Paz e Amor.
Voltarei logo que possível para te ler e comentar.

Beijinhos

BRANCAMAR disse...

Manuela,

Esta é a última mensagem que deixo neste seu espaço, por apesar de tudo o respeitar mais que outros que se escondem através de imagens que não são as minhas e a Manuela sabe. Talvez até não devesse ter vindo cá últimamente. A minha blogosfera é outra e aliás tenho o tempo demasiado ocupado para me dar ao luxo de o perder com assuntos menos nobres.

Agora sim desejo-lhe uma Feliz Páscoa, do coração mesmo, porque os votos acima não são os meus e nunca me escondo, nem nunca me esconderei atràs de falsos perfis para dizer seja o que fôr.

Quem assim o faz não respeita sequer o espírito cristão que diz ter e é por estes exemplos que muitas vezes Deus chaga aos outros tão distorcido do seu verdadeiro amor.

Até sempre.
Branca

Fézada disse...

Auf!

Deixo aqui o número da APAV, caso seja preciso: 707 20 00 77

10h-13h / 14h-17h - dias úteis.

Também atendem falsas vítimas, que só queiram desabafar...

Auf!

Nilson Barcelli disse...

Mais uma belíssima história.
Mas os ovos de Páscoa são de chocolate... ahahah...
Manuela, querida amiga, desejo que tenhas uma boa Páscoa.
Beijos.

Eva Gonçalves disse...

Ah... a capacidade que tens de nos transportares a esse lugar que não é lugar nenhum e que é um determinado tempo que foi nosso. Lindo . É bom que nem sempre a tristeza venha ao de cima :) Sentei-me na mesa de pedra a pintar os ovos e até me esqueci das horas e nem dei pelo pássaro passar! Agora, ai, ai, vou chegar atrasada demais... :)Uma boa Páscoa para vocês! beijinhos

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Inspiração bem emprestada é a tua, daqui e dali!

Feliz Páscoa


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 7 de Abril de 2012

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Manuela!

Sabe, a imagem de que mais gosto é essa do rapaz concentrado a trabalhar: cabeça inclinada, língua de fora como se fosse sardão a sair da toca - como a minha mãe gostava de lhe chamar.

E depois, essa distracção providencial do ovo já bem choco é ideia que só a muita imaginação poderia chocar; ou de como com tão pouca matéria prima amassada com muita criatividade se pode um saboroso folar de Páscoa preparar ...
Está uma delícia!

Boa Páscoa de novo, com um abraço.

Vitor

Filomena disse...

Que lindo Manuela!


O ovo a ganhar asas!


Mias uma vez Boa Páscoa


Filomena

ki.ti disse...

Mio uma vez

ou mais!


querida Filomena uma lambidela ao Gaspar

ki.ti

© Piedade Araújo Sol disse...

encantada e maravilhada pela criatividade do texto, e tão a propósito da Páscoa.

claro que fui espreitar a fonte de inspiração.

Boa Páscoa

beij

AFRICA EM POESIA disse...

Vim desejar desde Aveiro
feliz Páscoa .

Pascoa

Um café...
Um momento de inspiração...

Um beijo...
Uma saudade...

Uma Páscoa...
Um momento...

Umas amêndoas...
Um coelhinho...

Um morrer...
Um Ressuscitar...

Jesus morreu...
Porque nos quis mostrar...

O valor do Amor...


LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Vim desejar desde Aveiro
feliz Páscoa .

Pascoa

Um café...
Um momento de inspiração...

Um beijo...
Uma saudade...

Uma Páscoa...
Um momento...

Umas amêndoas...
Um coelhinho...

Um morrer...
Um Ressuscitar...

Jesus morreu...
Porque nos quis mostrar...

O valor do Amor...


LILI LARANJO

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando para desejar uma Páscoa Feliz e cheia de amor e paz, junto de todos que lhe são queridos.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

elvira carvalho disse...

_♥♥_♥♥
_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@_____♥
_♥______/♥__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥

Passei para desejar uma Santa e feliz Páscoa. Que o espirito da Páscoa perdure em toda a humanidade, para que se construa um mundo mais justo.
Abraço


Parabéns pelo texto encantador com que nos brindou.

Linda Simões disse...

Manuela

Gosto das flores e dos contos,todos.

Páscoa Feliz aos amigos queridos

Beijinhos

alegria de viver disse...

Querida amiga

Uma feliz Páscoa.

Um conto para sentir, lindo.

Com muito carinho BJS.

. intemporal . disse...

.

.

. minha querida amiga,,, .

.

. a___l___e___l___u___i___a .

.

. a___l___e___l___u___i___a .

.

. a___l___e___l___u___i___a .

.

. הַלְלוּיָהּ . Halləluya . Halləlûyāh .

.

. que Jesus . ressuscitado . e para sempre vivo . esteja conSigo .

.

. um beijo de Páscoa . sentida.mente feliz .

.

.

walter disse...

Manuela,

flores de Paz, hoje e sempre!

um dia muito feliz para si e para os seus

beijo

Nandinho

Fézada disse...

Auf!

Mais umas horas e acaba-se a Páscoa e croquetes nem vê-los. Venho reclamar. Seja ou não tradição, para mim é tradicão!

Por isso, ou vem uma dúzia aqui prás bandas do je, ou a Tita irá ficar, digamos, como se estivesse em jejum, ainda que, sem motivo aparente!

Auf!

Téréré disse...

Béu, béu!

Cãofirmado!

Cãoeticamente não há problema em provar o cabrito, pois não? Cãossoalmente não vejo nada contra...

Béu, béu!

ki.ti disse...

Auf! Auf! Béu, béu!

Isa Lisboa disse...

Gosto muito do mundo da Alice, obrigada por me o lembrares!
E também gostei muito deste mundo, deste quintal e destas suas personagens que o habitam!
Espero que tenha tido uma boa Páscoa!
Beijos

ana costa disse...

Lindo mesmo, à medida que vamos lendo voltam à nossa mente pedaços da nossa infância, vividos assim, tal qual como estes nos são descritos...
Bj

Dulce disse...

"É cada vez mais difícil encontrar quintais numa cidade.."

Muito também por isto mesmo é tão aconchegante vir até si, Manuela, de estrelas e de mar, de flores..papoilas, amores-perfeitos.., vou-me embora, na certeza de querer sempre voltar..não deixa este também de ser um Sentir forte e certo de Páscoa, o que aqui Vivo.

Um abraço de muita ternura e dois beijinhos, Amigos, grandes.

dulce

Fernanda disse...

M a r a v i l h o s o !
Como se me tivesses espantado...

O que me faz regozijar a cada conto é esse encanto entre a magia e a realidade com que escreves.

Obrigada. Partilho.

Abraços em tempo de Páscoa e sempre.

acácia rubra disse...

Presa à sensibilidade do desenho imaginado enquanto lia.

Fui Alice...

Beijo

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

A eterna luz das suas histórias. Sempre um sorriso ternurento a acariciar-nos o coração.
Um abraço.
P.S.: Obrigada pelos desejos de Boa Páscoa. Também desejo que tenha tido uma Santa Páscoa.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Quanta sensibilidade e doçura, neste suave lugar...

Vou voltar!
Beijinhos,
da Lúcia

Silenciosamente ouvindo... disse...

Uma profunda inteligência misturada
com uma enorme sensibilidade=seus
posts.
Meu beijo
Irene Alves

Mz disse...

Com um jeito de encantar consegues tu colocar as imagens de um lado e as letras do outro e então como por magia, surgem estas histórias maravilhosas.


Um abraço ainda com o cheiro do alecrim.

Cadinho RoCo disse...

Das palavras o nascer de alguém.
Cadinho RoCo

Fézada disse...

Auf!

O teu texto no blogue INTEMPORAL está a ter um êxito do cãoraças!

Auf!

Téréré disse...

Béu, béu!

Parece o Antigo Testamento!

Béu, béu!

manuela baptista disse...

parece? :)))

Graça Pereira disse...

.Manuela, um conto com toda a simbologia da época: os ovos que tinham de ser pintados em cima da mesa de pedra do quintal para saírem perfeitos...a vida que surge no pinto talvez espantado, o coelho à procura dos ovos que não são de chocolate e a imperfeição da composição floral a mostrar-nos que a perfeição existe noutra dimensão depois da passagem (Páscoa).
Lindo,lindo!
Aleluia, Aleluia, o Senhor ressuscitou!
Beijo
graça

Hanaé Pais disse...

...A perfeição é apenas uma passagem para um outro lugar...
Talvez um chocolate quente em dia de ventania, em tempo de paixão...
Seja Muito Feliz, porque voçê merece, com as suas Lindas e Sedutoras Palavras...

Rita Freitas disse...

Uma história que me emocionou pela sua simplicidade e beleza.
Acho que o mais difícil é conseguir falar simplesmente das coisas simples, com uma magia e beleza fora do comum.
Adorei

Beijinhos

ONG ALERTA disse...

Sempre encanta vir aqui e ler ....
Beijo Lisette.

manuela baptista disse...

Agradeço a todos!

Hanaé Pais disse...

Manuela tenho uma amiguinha que adora chocolates.
E o emprestada " aqui". Ajudou-me a recordar, que mesmo sendo gulosa, diz sempre: Primeiro para o Senhor e primeiro para a Senhora.
E aguarda placidamente pela sua vez, que por vezes tarda porque depende do ritmo dos outros...