oração de uma gaivota branca

senhor dos mares e dos peixes
das algas e das anémonas dos cavalos marinhos tão pequenos das tartarugas e das baleias
senhor das correntes e das tempestades
que moldaste o meu inquieto coração como quem molda um coral frágil
quebrado a qualquer instante pelo agitar de uma simples onda
na inquietude que me deste
como descubro eu a tua face no reflexo perdido das cidades subaquáticas aquelas que apenas existem na minha imaginação
porque me fizeste branca na cinzentez pálida das minhas irmãs contentes com o vento sul e o peixe miúdo
eu que tenho a ousadia de amar um barco solitário e daria a minha vida para ser a proa de um navio
fantasma ele fosse porque eu sei do outro lado do dia
aquele de noite vestido enquanto todos dormem não durmo eu
os olhos colados a um horizonte maior pois é aí que nascem todas as estrelas
aquelas que os pescadores conhecem e as outras
o cruzeiro do sul a estrela da manhã quem sabe da tarde
sei eu se amasse dois barcos solitários o que faria
senhor das rochas e dos golfinhos das ostras e das pérolas
que enfeitaste o meu pescoço branco com um colar de orvalho da manhã
branco como eu
senhor das gaivotas cinzentas
dá-me a imperfeição de um tempo numa praia de areia dourada
onde eu seja o mar o barco e a proa
e a certeza de uma humanidade celebrada







os desenhos a carvão são meus
-
Manuela Baptista
2010/06/20

35 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

GAIVOTA


Oh gaivota sábia
que amei
por sete mares
meus sarilhos
revoltos olhares antigos
que me acompanhas
voando
como casco
barco em que sigo
voa comigo
e meus filhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Junho de 2010

. intemporal . disse...

.

. por ora bato à porta na dulc.íssima quietude do silêncio .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

. um beijo total, manuela .

.

manuela baptista disse...

Jaime

barco voador
é andarilho

basta uma pista ou um trilho

Manuela

e já foste ali?

manuela baptista disse...

quem é...?




um doce

um laço

ou

um abraço?


Manuela

walter disse...

Manuela!

Perdoe-me... mas hoje não tenho palavras, esgotei-as "naquela árvore" lá no meu quintal... por certo se lá subir, poderá encontrar por entre os galhos todas as pavras que agoram me faltam...

Depois de ler o post da Branca, mais mudo de palavras fiquei.

Acho que levarei para Sesimbra esta oração... acredito que as gaivotas irão gostar que a recite para elas.

Já agora... o Jaime emocionou-me com o comentário que fez, acho que foi das coisas mais bonitas que li nesta janela.

E agora venha daí o nosso abraço de asas, daqueles que fazem ranger os ossos todos...

Walter

manuela baptista disse...

crac...crac...crac

já está!

Walter sem palavras,

que as tem guardadas
escondidas no quintal
tão altas e tão sozinhas
nas árvores do laranjal

uma quadra! que é sempre bom para soltar os nós do peito e fazer-nos vir à janela conversar com as gaivotas...

o Jaime lerá o seu comentário, pode crer!

agora dou-lhe um beijo

Manuela

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA E WALTER


Sim Manela, já fui ali, fui ...!


Quanto a Si, Walter, vê como a Manela não se enganou?

Sensibiliza-me muito e fique sabendo que é assim mesmo, é como sinto, respiro e como falo com a minha gaivota ...!

Um grato abraço


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 20 de Junho de 2010

Linda Simões disse...

..."Onde eu seja o mar, o barco e a proa.

Na areia dourada..."

Eita,que lindo!E que o amor mais que perfeito permaneça junto de ti.


Beijoquinhas de domingo a noite,sem chuva!


Linda Simões

Dulce AC disse...

"senhor das gaivotas cinzentas
dá-me a imperfeição de um tempo numa praia de areia dourada
onde eu seja o mar o barco e a proa
e a certeza de uma humanidade celebrada"

a certeza de darmos a mão
a certeza de nos darmos neste tempo
e nesta imperfeição que sei tanto querer
acordo serenada com a alma

Lindíssimo Manuela.

E a possibilidade de vermos a perfeição no dar-mo-nos
naquela jovem tão maravilhosa e de quem tanta ternura brota
numa entrega que multiplica...

Verdadeiramente maravilhoso o seu texto Manuela (Olá...)
e tudo o que o envolve

Beijinhos.

dulce

manuela baptista disse...

Linda

talvez com este meu barco
seja mais fácil atravessar o oceano...

'bora lá!

beijinhos

Manuela

manuela baptista disse...

olá Dulce!

maravilhosa a Ana
maravilhosa a Branca

linda a gaivota branca!

eu acho que já vi os jovens de "um pequeno gesto" em S.Julião da Barra, estou errada?

se não vi, podia ter visto

o padre Nuno seria o primeiro, a dar-lhes todos os gestos!

beijinhos

Manuela

Dulce AC disse...

Manuela...!

Vê muito bem...é o que é..!!
Pois está certíssima...!!

Beijinhos grandes de muito gostar do desenho a carvão...e Novembro aproxima-se..já faltou mais..!!Que bom!!

dulce

manuela baptista disse...

tenho cá um olho

não tenho?

Novembro está a chegar, apenas hoje começa o Verão!

Manuela

Canduxa disse...

Manuela,

Fui primeiro ali....
agradeci por pessoas tão especiais que amam com perfeição.
a oração da gaivota é linda...
ela sonha e deseja e tudo se transforma...
o barco chegará a bom porto .

tão linda esta oração que vivi um momento de quase perfeição!.

beijinhos

manuela baptista disse...

Canduxa

eu também fui primeiro ali

e veja no que deu...

o barco não sossega em alto mar

beijinhos

Manuela

Por toda minha Vida disse...

Manuela, Manu.

Aqui agora o mar acalmou, uma gaivota aqui se perderia. Escrever que esta lindo o texto seria chover no molhado e de chuva quero distancia.
Minha amiga como nada posso dizer apenas te agradeço pela oração e a carinhosa visita.

Te adoro, minha amiga Manu.

Sim o verde é um recurso no do blogger tem cada plano de fundo giro!

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Belos desenhos, a gaivota é linda.
Ser grato é o mesmo que chegar diante de Deus e dizer:
"Deus, quando nasci, não sabia que seria tão feliz.
Não sabia que a vida poderia trazer-me tantas dificuldades, e não sabia que estas poderiam fazer-me crescer tanto.
Tendo que descobrir as soluções de tantos problemas, não sabia, meu querido Deus, que poderia ser feliz com tantas pessoas, onde pude dar o meu amor e estender a minha mão.
Não sabia, meu Deus, que as tristezas tornar-me-iam forte o suficiente para chegar até aqui, para diante de ti sorrir e dizer:
agradeço pela possibilidade de viver. "
Com muito carinho BJS.

Brancamar disse...

Oh! Manuela,

Eu ia jurar que fiz aqui um comentário tão sentido na noite em que escreveu esta oração, até disse que a ia guardar para a rezar sempre e não o vejo... :( !

Isto é para dizer ao Jaime que também não gosto desta pontuação de sms ou será que ela já existe na gramática? Fartei-me de preguejar com os meus filhos, mas acabei por aderir minimamente, só no :) e :(, felizmente eles nunca usaram o k em vez de qu e o x a substituir os dois ss.

Mudando de asunto e voltando ao meu comentário, suponho que já dormia e em vez de o publicar devo ter clicado num qualquer outro sítio. Quem sabe foi parar a outro blog? Tinha a sua graça...!
Lembro-me que entrei absorvida pela leitura, sem saber onde ela ia ter e sempre numa comoção crescente sentindo-me identificada na inquietação de que o texto fala, nos sonhos que ficaram para trás e outros que construí pelo caminho, porque a vida só vale a pena, sendo esta entrega, onde não dependemos senão de nós para sermos felizes.

"senhor das gaivotas cinzentas
dá-me a imperfeição de um tempo numa praia de areia dourada
onde eu seja o mar o barco e a proa
e a certeza de uma humanidade celebrada".

E dai-me um beijo afectuosamente perfeito para entregar à Manuela.

Da Branca

manuela baptista disse...

Renata

o mar está calmo e o verde será sempre de esperança!

beijinhos amiga!

Manu

manuela baptista disse...

Ohhhh Rufina...

bonita oração a sua!

agradeço eu, pela possibilidade de a conhecer

beijinhos

Manuela

manuela baptista disse...

em busca do comentário perdido!

solicita-se

a quem encontrou o comentário perdido da Brancamar,

o favor de o devolver à casa de onde nunca deveria ter saído ou mais correctamente, ao mar!

eu juro que não o vi nem tão pouco o eliminei...

confesso que estranhei a ausência, mas pensei que nas madrugadas, os links são difíceis de ver e depois "aqui" pode significar tanta coisa!

aqui estou eu

aqui faz sol

aqui comprei um gelado

aqui larguei uma palavra e perdi-a!

...aceitando a perfeição de uma amiga

um beijo

Manuela

Anónimo disse...

Passei por aqui só para lhe dizer OLÀ Manuela. Claro que gostei muito. Não sou escrior, é que vai saindo, às vezes sem sentido... Gostei muito do seus desenhos a carvão. Também eu os fazia há muitos e muitos anos..., mas não eram tão bons. A vida levou-me por outros caminhos e nunca deu para continuar.
Um grande beijo para si
O pai Bártolo

Filomena disse...

Ouvir a canção, ler o texto e trincar umas cerejas... um perfeito momento de gozo.

Beijinhos

manuela baptista disse...

pai Bártolo!

vê-lo aqui
foi a coisa mais bonita, que hoje me aconteceu!

eu também gosto muito de carvão, mas olhe que eu não sou lá grande artista...aqui é que parece que tudo brilha

e os caminhos por onde a vida o levou, foram decerto bons caminhos e é isso que importa!

obrigada!

um beijinho

Manuela

manuela baptista disse...

Filomena

como eu a percebo!

assim tipo, natureza viva

desenho a carvão com cerejas e gaivota branca

boas férias da canalhinha!

beijinhos

Manuela

sideny disse...

Olá Manuela

Bonitos os seus desenhos.

O de carvâo esta muito bonito:))

beijinhos

Por toda minha Vida disse...

Manu.

Saudade docê (de ti)rsrsrsrrs, hoje aqui é vespera de São João e a casa de cabeça para baixo, nem tem fogueira, nem bandeirinha, nem balão buáaaaaaaaaaaaá...

Beijo

Renata

manuela baptista disse...

Sideny

obrigada!

beijinhos com carvão

Manuela

manuela baptista disse...



eu não sabia que o S.João punha as casas de cabeça para baixo...

a minha também não tem bandeirinhas nem balões, mas está

de pernas para o ar!

beijinhos

Manuela

Anónimo disse...

É verdade Manuela. Não pense que os outros caminhos são ou foram maus caminhos. Foi a profissão que escolhi que era demasiado absorvente e por vezes deixava tudo para segundo plano até ao dia em que houve um conselho de familia em que saí derrotado... Não deu para continuar, abdiquei do resto da carreira e ainda bem que o fiz. De outra forma não poderia ter acompanhado a Susana.
Obrigado por me aturar.
Um BEIJÃO
O pai Bártolo

luís filipe pereira disse...

"senhor das gaivotas cinzentas
dá-me a imperfeição de um tempo numa praia de areia dourada
onde eu seja o mar o barco e a proa
e a certeza de uma humanidade celebrada" e deu-lhe a perfeição de um texto extraordinário de fundíssima e exultante humanidade.
grato pela partilha,
filipe

manuela baptista disse...

pai Bártolo

foi uma troca MAIOR!

e que os seus caminhos, continuem a ser bons caminhos

um abraço

Manuela

manuela baptista disse...

luis filipe

entendedor de palavras

obrigada!

um abraço

Manuela

sideny disse...

Olá Manuela

Bom fim de semana para si:)

O convite pode ser para três é que o meu mimado tem esposa:))

Um dia publico lá no meu blog
a foto dela.

beijinhos e tudo de bom para si.

manuela baptista disse...

ups, Sideny!

assim, acho que vai acabar em briga...

adiamos?

bom fim de semana

um beijinho

Manuela