PÁGINA ENROLADA



Tenho aqui esta página enrolada
inquieta
abismada
contemplo-a devagar
para não a assustar
pergunto-lhe se lhe dói a cabeça
ela ri-se e diz minha tola
de que lado sopra o vento
do lado do coração
ela diz que não
e escondida quem te vê
não importa
os grilos cantam
as corujas ainda não chegaram
a noite quente
também se enrola
adormece devagar
com saudades do mar
a minha página enrolada
quieta
cantada


http://www.youtube.com/watch?v=oG8CR1TokV4
-
Esta é a página oitava em que venho aqui cantar uma canção de embalar.
Manuela Baptista
Estoril, 14 de Agosto 2009

18 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

BOA NOITE


Boa noite
minha página
minha página enrolada
cantam mochos
chiam grilos
cai a brisa
desatada
não te rias
minha tola
vem a noite
encantada
que é a alegria
magia
e a noite enlaçada
é a maresia
que fia
minha presa
tão amada


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 14 de Agosto de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

Nesta manhã acordada, esta Boa Noite era para todos os que passam por aqui e que comigo desenrolam com prazer estas páginas.

Bom dia!

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

Nesta manhã acordada, esta Boa Noite era para todos os que passam por aqui e que comigo desenrolam com prazer estas páginas.

Bom dia!

Manuela Baptista

Nota: de vez em quando as identidades passam ao poder!

ESTE COMENTÁRIO É MEU.

MB

manuela baptista disse...

Jaime

Obrigada pelo teu poema!

E que tal comprarmos outro pc?

Manuela Baptista

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA


O quê, não me digas que agora viraste comunista ...

... mas, as ideologias não se compram!?

Ora esta!


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Agosto de 2009

Filomena disse...

Manuela,

E saiu uma página linda, capaz de embalar qualquer sono de sonhos lindos.

Beijinhos


Filomena

manuela baptista disse...

Guten Haben Filomena.

Um beijinho

Manuela Baptista

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA


Quando não se conhece a língua faz-se o que se pode e muito bem.

Foi o que tu fizeste ...

Não me levarás, por isso a mal que te diga haben é, em alemão, o infinito do verbo ter e se, desejar bom ter já não é mau, o que tu querias escrever era, porém, guten Abend, isto é, boa noite.

Ich kuesse dich herzlich


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 15 de Agosto de 2009

Ana Cristina disse...

Página enrolada como as ondas do mar antes de se espraiarem na areia.

Página com mar ao fundo!

Hoje por aqui o calor foi enrolado pelo nevoeiro do norte que ainda não tinha aparecido em Agosto.

O nevoeiro provoca uma quietude estranha.

Parece que abafa o ruído.

Instala-se um silêncio desconfortável.

Ou será que o meu desconforto é provocado pelo regresso ao trabalho na 2ª.feira?!

"Arbeit macht frei..."!???????
Bis mörgen.
Schuss ;)

Ana Cristina

manuela baptista disse...

Ana Cristina

Pois então o trabalho libertará na 2ª feira!Já!
O tempo voa, não é?

Esse tipo de nevoeiro recorda-me as nossas férias em S. Pedro de Moel em que as manhãs são sempre encobertas e húmidas, mas é tão bonito!
Com excepção das cadeiras das esplanadas que permanecem húmidas até ao meio dia e a areia molhadinha até à tarde...

Bom Amanhã!

Um beijinho

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

Filomena

Bom Ter!
Afinal acabei por lhe desejar qualquer coisa mais material mas igualmente boa.
Ter sorte, ter juízo, ter paz, ter amor e por aí fora.

Bom dia!

Manuela Baptista

manuela baptista disse...

Jaime

Obrigada pelas correções linguísticas!

Bom ter para ti também!

MB

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA


Danke sehr, meine Liebe


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Agosto de 2009

Jaime Latino Ferreira disse...

ANA CRISTINA


No topo do portão do campo de concentração nazi de Auschwitz, estas palavras de ordem, Arbeit macht Frei, isto é O trabalho liberta, escondiam o mais arrepiante cinismo:

Quem dali, pelo trabalho escravo, sub-humano se libertava, não era seguramente para esta vida mas para a Outra e era preciso ser suficientemente forte para na Outra acreditar, sujeito e esposto que se era a todas as ignomínias, extermínios e Holocausto ...

Posto isto, o trabalho liberta!?

Se se faz o que se gosta;

Se é garante de um mínimo de subsistência;

Se, se ...

Mas há cada trabalho e pior, cada situação laboral mais degradante ...!

Sei de uma coisa:

Eu liberto-me pelo que escrevo e escrever é cada vez mais o meu trabalho.

Quanto a Si, minha boa Amiga, só posso desejar-Lhe uma boa rentrée!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Agosto de 2009

Ana Cristina disse...

Jaime

Nunca visitei Auschwitz,mas visitei Dachau quando vivi na Alemanha com o Tony.
Estava grávida da Diana - em 1987 -e foi uma experiência arrepiante que nunca esquecerei.

Quando escrevi a frase que o Jaime tão bem comentou,não o fiz inocentemente;sei como essa frase foi propaganda do regime nazi e como escondeu o extermínio de milhões de pessoas nos campos de concentração..."Niemals Vergessen".

Quanto à minha rentrée laboral vai estar tão "minada" pela situação pré-eleitoral que vivemos,que de certo me será difícil sentir a liberdade,rsrsrsr!!!

Manuela,
o tempo voa mesmo.
No dia 1 de Setembro faz um ano que estou a trabalhar no Porto depois de 20 anos em Cascais.´
Às vezes ainda me parece tudo muito estranho!

1 grande abraço para os dois.
Ana Cristina

Jaime Latino Ferreira disse...

ANA CRISTINA


Eu sei que a minha querida Amiga jamais esquecerá ( niemals vergessen )!

Quanto à animação pré-eleitoral, já agora, não se esqueça que essa não Lhe retirará, pelo contrário (!), a liberdade que tem e de a senti-la como um dos bens mais preciosos que logo a barbárie nazi apela a que valorizemos, individual e colectivamente ...

Se não a valorizarmos, cada um de nós, ela empobrecer-se-á até à sua própria agonia.

Beijinhos


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 16 de Agosto de 2009

Maria Emília disse...

Se a página estivesse esticada, custava-lhe mais adormecer e a aconchegar as notas da canção de embalar.
Um beijinho,
Maria Emília

manuela baptista disse...

A Maria Emília tem sentido de humor!

Um beijinho

Manuela Baptista