sem palavras





























22 comentários:

Jaime Latino Ferreira disse...

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz!

Jaime Latino Ferreira disse...

MANUELA BAPTISTA


Libelinha lá vai ela
voa do cravo à lapela


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 28 de Abril de 2013

Rogério Pereira disse...

A música sugere
que o voo é suspenso
A libélula procura a flor onde pousar

Ou sugere-me que lhe de um cravo
trazido de outro lugar

. intemporal . disse...

.

.

. poesia visual . :))) .

.

. não é para todos . felizmente .

.

. 100 palavras .

.

. íssimo feliz .

.

.

Kika disse...

Kriu?

Chamasse-me eu Kika da "Cunha" e serias já premiada!

Kriu!

Anónimo disse...

Libelinha diz-me tu, quantos sobrenomes tens tu...

Vitor Chuva disse...

Olá, Manuela!

Será saudação muda à Primavera, que finalmente parece ter chegado...?
Mas libelinhas não falam, e eu estou para aqui encravado...
O que ainda assim não me impede de afirmar, com convicção, de ter gostado.

Abraço amigo.
Vitor

Nilson Barcelli disse...

As libelinhas são lindas... e dispensam palavras.
Tem um bom resto de domingo e uma boa semana, querida amiga Manuela.
Beijo.

Elisabeth Candina Laka disse...

Hermoso silencio
Un abrazo

Luis disse...

Palavras para quê? :-)

La rose est sans pourquoi :-)

Graça Pires disse...

Passaram por aqui os anjos...
Um beijo, Manuela.

Fernanda disse...

Ainda assim belo !
Um beijo

ki.ti disse...

tás muda ou quê?

Anónimo disse...

Quem não escreve, apodrece!

MA.CÃO.BA!!!

ki.ti disse...

ão,

ão!

Isa Lisboa disse...

Nem são necessárias...! Lindo!

beijo, boa semana, Manuela

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa

Graça Pereira disse...

Gosto das libelinhas...trazem-me notícias de todo o lado e depois...no silêncio das palavras, encontro todas as respostas que preciso.
Beijos de sol.
Graça

© Piedade Araújo Sol disse...

um voo em liberdade

beijos

Anónimo disse...

Libelinhas...

As minhas preferidas


Um beijo esvoaçante


Filomena

Silenciosamente ouvindo... disse...

As libelinhas e a música m encantaram...
Desejo que esteja bem.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Irene Alves

Rita Freitas disse...

E o silêncio das libelinhas também fala.
Bjs

Mz disse...

Esguias.
Coloridas.
Em danças traçadas.
Quanto silêncio,
Num zunido de asas.


Para ti

Manuela,

pela minha ausência,

este poema

escrito à pressa


Agora vou ler as tuas histórias.
Até já.